7.9.11

Ah, o amor?



Ah, não... Logo de amor? Isso é golpe baixo. Eu pedi para você quebrar aquele silêncio com um assunto qualquer, porque achei que ainda restava um pouquinho de criatividade dentro dessa sua cabeça cacheada. Mas, como sempre, errei feio.
Ontem eu vi e ouvi a palavra ‘sexo’ trezentos milhões de vezes, por causa do dia que dedicaram a ele, o Sexo. Agora você vem falar de amor. Por favor, não me confunda. É mais do que eu posso suportar em menos de 24 horas.
Por que você não cantou com essa sua voz rouca alguma música do Chico Buarque? No mínimo, iria me fazer sorrir. Também podia ter falado da academia, eu falaria dos meus treinos, iria zoar a ausência de músculos definidos no seu corpo, apesar do seu tamanho esforço e dedicação, mas eu sou assim (rio de tudo) e você até gosta. Era permitido falar do seu Blackberry novo, do sucos verdes que você toma, das suas viagens imaginárias. Eu poderia falar do meu passado, dos meus erros de Português, da minha impaciência. Ah, tinha o tempo. Por que você não falou do tempo? Não é a melhor opção nem , muito menos, a mais criativa, mas ainda assim é uma opção e por essa vertente que muitas pessoas se livram de maus bocados quando as palavras se esquivam. Mas de amor? Poxa, amor, assim você quebra minhas pernas (e coração).
Tá bom, tá bom, eu me rendo. Se quiser falar de amor, a gente fala, só que outro dia, em outra encarnação, no planeta Três Pontinhos. Até lá, terei tempo suficiente para cuidar do embasamento teórico. Sou uma pessoa que precisa ter bons argumentos. Hoje seria impossível, é 7 de Setembro e não tenho costume de trabalhar em feriados.
Enquanto isso, vamos tentar outra coisa. Vem aqui e me dá um abraço (ou um beijo), porque você é péssimo em matéria de palavras. E eu, péssima em questão de amor.



Sixpence None The Richer - Kiss Me


14 comentários:

  1. O melhor a fazer então é namorar em silêncio? O que não dá é pra ficar sem. rsrs. (PS: e se for ouvindo o Chico, melhor ainda). Abraço grande, Talita. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  2. super adorei o feeling do texto, principalmente ao lê-lo nessa manhã de feriado.

    besos, querida.

    ResponderExcluir
  3. Que texto delicinha!!!

    Falamos de amor porque ele impera, mesmo onde e quando não se vê claramente. É sempre ele, por ele. Sempre.

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  4. Rs Concordo com a amiga acima, que delíciaa! [tb sou péssima em questões de amor]

    Beijinhos,

    http://pamelabento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Tão bom se render ao amor não é Thalita?
    principalmente com alguem que gosta da gente de verdade.. ♥

    ResponderExcluir
  6. Risos...
    Que interessante.
    Lindo texto menina!
    Beijinho
    Fernanda

    PS: bom te ter por lá.

    ResponderExcluir
  7. Ei!
    Muito obrigada pelo elogio! Fazia tempos também que eu não aparecia aqui, e quando eu entro, seu post tem a música que eu mais amo no mundo!
    Adorei a nova decoração viu linda?
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. muito bonito o texto rsrs! melhor mesmo é se render.. adorei :)
    beijos doces.

    ResponderExcluir
  9. Ah, esse amor!
    Amei a trilha também ;p

    ResponderExcluir
  10. que lindo
    um completa o outro
    obrigada pelos carinho
    amiga
    linda noite bjão

    ResponderExcluir
  11. Oin !
    Pode me ajudar a ganhar um sorteiio?
    É soh entrar no blog

    http://blog-mundo-da-moda.blogspot.com/

    e votar na enquete ;) no Blog 'CuteCupCake'
    tah floor? conto com sua ajuda!Obrigadaaa d coração!Bjs,amei seu blog !

    ResponderExcluir
  12. Pelo que li aqui vocês combinam muito bem! Rs...

    um beijo e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  13. eu quero , eu preciso que ele me fale de amor!!!
    como você consegue???rs

    ResponderExcluir

Fale agora ou cale-se para sempre.