25.9.10

Feche os olhos e sinta


As últimas horas foram recheadas de emoções, nem tão boas como eu vinha supondo. Por isso e por tantos outros motivos implícitos que ainda estou aqui parada, tentando digerir tudo o que aconteceu.
Que as nossas frustrações são proporcionais às nossas expectativas, eu concordo plenamente e até assino embaixo ou onde quiserem. Mas será que vem no manual de instruções algum tópico dando maiores informações de como devemos reprimir essas demolidoras expectativas? Preciso saber urgentemente, pois estou tendo uma absurda dificuldade em associar teoria e prática. Como gostar de uma pessoa e não esperar ou, no mínimo, desejar que ela sinta o mesmo? Como farei para andar se os dois pés sempre terão que estar atrás?
Acho impossível e totalmente improvável viver integralmente de olhos abertos. Vigiando e monitorando atentamente tudo o que reserva o futuro e, principalmente, o presente.
O momento parece oportuno, eu o agarro. Dessa vez não foi diferente. Perdi a aula em que ensinaram a guardar desejos e oportunidades para depois.
È fato que a cara quebrada já vem inclusa. Tudo bem. Acredito que este ingrediente também faz parte da receita. Desconheço vencedores que não carregam por aí suas cicatrizes expostas.
Sabia que estava por minha conta e risco. Criar meio mundo de ilusões por meia dúzia de palavras bonitas é um tanto quando infantil, para não dizer absurdo e perigoso. Mas, infelizmente, ainda não consigo reprimir esse minha mente flutuante e hiperbólica.
E nesse dedilhar tortuoso, perdi o momento exato em que tudo acabou. Romantizei tanto que perdi a noção da realidade. Era um jogo de cartas marcadas e não percebi. E o final não poderia ser outro para quem não sabe jogar.  
Com tudo e apesar de tudo, faria exatamente igual. Sala de espera não é o meu lugar. No meu peito não sobra lugar para dúvidas. Todos os espaços encontram-se preenchidos.
Aos olhos de muitos, sonhos podem ser bobagens. Mas fazem parte de mim. Como já disse a Eva no Fabuloso Destino de Amelie Poulain: "Les temps sont durs pour les rêveurs". É, querida Eva, os tempos estão mesmo difíceis para – nós – os sonhadores. Contudo, continuarei acreditando que chegará o dia em que poderei sonhar de olhos abertos e beijar de olhos fechados. 






♪♪ ouvindo Somewhere Only We Know

27 comentários:

  1. Criar meio mundo de ilusões por meia dúzia de palavras bonitas é um tanto quando infantil, para não dizer absurdo e perigoso.

    - meeeeeeu Deus!
    como eu caio sempre nessa!
    Mas eu acredito que o amor há de chegar e ser BOM parar todos, sem joguinhos, sem estrategias,


    sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Oi! O alvo de uma paixão na verdade dá o que não tem. Nós é que projetamos nossos desejos nele, alterando a realidade, e amamos a nós mesmos na imagem projetada. Não admira que ande ao lado da frustração, porque a imagem é idealizada. Já no amor verdadeiro, recíproco, predominam a admiração e a identificação.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Talita! Pode soar como conselho mas eu considero como experiência trocada. A gente viver dos sonhos, da doação e da imensidão das expectativas (mesmo sabendo do peso das possíveis frustraçõas) nos engrandece de uma maneira tal que só vamos perceber bem depois, com uma alegria desmedida. E sabe por que? O saldo emocional, mental e porque não dizer físico, é compensador. Entre sempre de peito aberto nas emoções e relações. Querer sempre o bem , o bom e o melhor, pode doer às vezes, mas a gente pelo menos não deixa de viver por causa do famoso pé atrás. Pra cima! Sempre, minha amiga! Meu abraço grande. paz e bem.

    ResponderExcluir
  4. Oi , Talita !

    Lindo texto.
    Sim , sonhe sempre vale a pena , ...

    BjO e obrigada pelo carinho de sua visita.

    :)

    ResponderExcluir
  5. É tão difícil não criar mil expectativas e planos, sonhar mil sonhos. Mas é bom sonhar, é bom viver ao que manda o coração, mesmo se machucando você não se privou de sentir.
    beijos.

    ResponderExcluir
  6. muito bom. e somos assim, lemos as regras, mas nem sempre se pode segui-las. adorei flor, beijos :)

    ResponderExcluir
  7. Nossa, gostei mmuito do seu texto! Tb sou assim, não consigo confiar..Eu sou desconfiada com tudo e acabo afastando pessoas..Mas tb espero meu dia! Bju!

    ResponderExcluir
  8. Talita, querida!

    E apesar dos pesares, eu jamais deixo de sonhar!

    Texto lindo e reflexivo!

    Beijão pra ti!

    ResponderExcluir
  9. Parece que o nosso coração tem outra alma,
    o impulso do desejo se defronta com a realidade.
    Até qdo se acorda, o sonhar traz uma leve expectativa, e se acorda mais frustrado...

    bjos

    ResponderExcluir
  10. Muito bom seu texto muito reflexivo. Adorei seu blog. bjs

    ResponderExcluir
  11. Enxergando muito com os olhos fechados. É quase uma visão colorida de um ambiente pouco hostil de nossas melhores devocções, de sonhos que sempre esquecemos quando acordamos.

    Eu sempre me orgulho de encontrar uma extrema verdade aqui, e isso faz os seus textos serem maiores do que uma simples linguagem de internet.

    ResponderExcluir
  12. Seu texto veio hoje, como um encaixe para mim. Dizendo exatamente o que já estava deixado ali, empoeirado, tristemente esquecido. Me fez pensar, que vale a pena deixarmos o nosso ser continuar a ser: sonhos, esperança, expectativas, ou o que mais lhe for. Essa é a nossa marca, nossa diferença e ao contrário do que pensamos, não estaremos perdendo e sim ganhando de volta, tudo que doamos. Ai, obrigada por esse texto que tocou o adormecido aqui. Estava com saudade de mim, de ser assim, o que realmente sou.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  13. Oiee Lindaaa,brigada por sua visita:)
    Já t^0 te seguindooo
    Ahh amo sonhar,sonho mto
    se não sonhar,fica dificil viver
    sonhar é igual amar..tem que existir
    Bjusss

    ResponderExcluir
  14. Olá, queridaaa
    Obrigadaaaaa

    Teu blog é lindo

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Talita querida, obrigada!

    O livro ficou muito bacana mesmo, tenho certeza que vc vai gostar! E quando der te dou um autográfo com maior prazer. Vc é de que estado?
    Adorei teu blog, estou te seguindo!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Adorei o texto!
    E essa frase do final... Ótima!

    Parabéns!

    O blog Poesias do Augusto vai te seguir no twitter também!

    ResponderExcluir
  17. Olá! Adorei o seu blog,li algumas postagens e amei!
    To te seguindo!
    beijos
    http://depoisdetempos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Ufa, até que enfim achei alguém que pense como eu! =)
    Acho que essa coisa de não criar expectativa não se aprende e não existe também. Acho humanamente impossível colocar alguém em seus sonhos, planos e coração sem esperar que ela colabore e/ou corresponda, para mim, isso é da natureza humana. E não nos esqueçamos: decepção não mata, ensina a viver.
    Muito obriga pela visita lá no meu cantinho; adorei teu blog, sigo-te
    beijos

    ResponderExcluir
  19. Ai flor, sofremos do mesmo mal!
    Expectativas acabam com qualquer coisa.
    Mas olha, não é pq você acha ou a pessoa demonstra que não sinta o mesmo. Às vezes a gente não sabe corresponder da mesma forma. Não se frustre :*

    ResponderExcluir
  20. Olá lindona!
    Primeiro queria agradecer pelo comentario no meu blog e pedir desculpas pelo meu sumiço! rs
    (no blog tah lah o motivo!)
    -Lindo seu post viu?!

    E vai uma dica...
    Viva cada dia como se fosse o ultimo e se em cada dia non conseguir viver o que desejou, feche os olhos e sinta como se estivesse vivendo!

    =)

    bjãOoo
    -Quero vc mais vezes la no meu cantinho heim!
    Amei!

    ResponderExcluir
  21. pooh' meeu . . Muito bom esse seu post'
    você tem jeito para escrever, ficou muito bom. .
    Gostei mesmo D:

    http://leonarrdolima.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  22. Oi Flor,

    Pode ter certeza que esse dia chegara!
    E nao deixe de sonhar nunca! e mais ainda, nao deixe de tentar realizar esses sonhos nunca!
    Mesmo que as decepcoes acontecam, vc sabe que no fundo servirao de licao e da proxima, vc sempre tem um aprendizado pra ela.

    Felicidades sempre! sonhos sempre!
    E qdo for a hora de tudo dar certo pra sempre, dara!

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Lindo o texto.
    Por isso que amamos com tudo o que temos, não conseguimos nos dar pela metade.
    Já pensei muito sobre isso, e de fato é impossível não superestimar algo, mas soluçar amores inventados só os sonhadores conseguem.
    bjos querida!

    ResponderExcluir
  24. Olá, Talita...
    Navegando pela internet, me deparei com seu Blog.
    Muito bom mesmo... Parabéns!
    Queria só de cumprimentar mesmo pelo trabalho, suas idéias e seu bom gosto...
    Estou te seguindo.
    Saudações,
    EDU (http://edurjedu.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  25. UAU!
    exatamente isso! como conter as expectativas??
    quando descobrir me ensina??

    beijos

    ResponderExcluir
  26. "sonhar de olhos abertos e beijar de olhos fechados". Linda imagem poética, lindo como teu espaço aqui! Bjs!

    ResponderExcluir

Fale agora ou cale-se para sempre.