6.8.10

Martha Medeiros em Mossoró-RN

(clique na imagem para ampliar)

Ontem, dia 05/08/2010, a escritora Martha Medeiros esteve aqui em Mossoró/RN, para participar da 6ª feira do livro.
Foi um bate-papo bem descontraído, onde a autora de Divã se mostrou, além de ótima escritora, uma muher bastante articulada e um amor de pessoa. Nem parecia de verdade. Fiquei encantada com a leveza dela.
Voltei para casa com o livro 'Tudo que eu queria te dizer' - autografado, é claro!! \o/

Estou adorando. Deixo como dica de leitura.



Abaixo segue um texto da Martha, que tirei do perfil do orkut da minha amiga Ariele:

"Não tenho nada a ver com explosões. Também não faço muito barulho, ainda que seja no silêncio que nos arrebentamos.
Tampouco tenho a ver com o espaço sideral, com galáxias ou mesmo com estrelas. Preciso estar firmemente pousada sobre algo — tenho medo da falta de gravidade.
Não tenho nada a ver com o mato, com o meio da selva, com raízes que brotam do chão e me fazem tropeçar, cair com o rosto sobre folhas e gravetos feito uma fugitiva dos contos de fada, a saia rasgando pelo caminho, a sensação de ser perseguida.
Não tenho nada a ver com boate, com o som alto impedindo a voz, com a sensualidade comprada em shopping, com o ajuntamento que é pura distância, as horas mortas desgastando o rosto, a falsa alegria dos ausentes de si mesmos.
Não tenho nada a ver com o que é dos outros, sejam roupas, gostos, opiniões ou irmãos, não me escalo para histórias que não são minhas, não me envolvo com o que não me envolve. Se é caso sério eu me dôo, se é bobagem eu me abstenho, tenho vida própria e suficiente pra lidar, sobra pouco de mim para intromissões no que me é ainda mais estranho do que eu mesma.
Não tenho nada a ver com cenas de comerciais de TV, sou um filme sueco, uma comédia britânica, um personagem que esquece a fala, nada possuo de floral, sou apenas fácil.
Não tenho nada a ver com igrejas, rezas e penitências. Nada tenho a ver com não gostar de mim. Me aceito impura, me gosto com pecados, e há muito me perdoei.
Não tenho nada a ver com galáxia, mato, boate, a vida dos outros, os comerciais de TV e igrejas. Meu mundo se resume a palavras que me perfuram, a canções que me comovem, a paixões que já nem lembro, a perguntas sem respostas, a respostas que não me servem, à constante perseguição do que ainda não sei. Meu mundo se resume ao encontro do que é terra e fogo dentro de mim, onde não me enxergo, mas me sinto. "

Minto, tenho tudo a ver com explosões.



(Martha Medeiros)

22 comentários:

  1. Oi xará!
    Realmente, a Martha manda muito bem, sou fã!
    Esse livro dela ainda não conhecia mas vou colocar na minha lista rs

    Beijosss

    ResponderExcluir
  2. A Martha tem uma capacidade incrível de desvendar uma infinidade de sentidos e sentimentos que vêm da alma de muita gente. Me identifico bastante com inúmeras coisas que ela escreve sobre o cotidiano e o comportamento em geral. É uma das nossas melhores pérolas da literatura. Acho que ela vai ser o nosso Rubem Alves de Saias, (numa comparação apenas literária.rsrs). Abraços e obrigado por partilhar, Talita. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  3. QUE FOFURA
    FAZIA TEMPO QUE NÃO VINHAA NO SEU BLOG

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito de penetrar no íntimo deste blogue! Sensacional!

    ResponderExcluir
  5. Olá Talita, gostei do teu blog e irei seguir se mo permitires.
    Não conhecia a obra de Martha, obrigada pela partilha.

    Tem um bom fim de semana.
    Beijinhos de Portugal até ao Brasil.

    ResponderExcluir
  6. q tdoooo.
    admiro demais os textos dela, sempre lindos e falam tanto de mim e de tantas outras mulheres.

    Um ótimo fim de semana para você!!!!

    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_................

    ResponderExcluir
  7. Ualll que ótimo, hein flor?
    beejo grande":"

    ResponderExcluir
  8. Sobre seu comentário no Memórias: Que bom Talita, o objetivo é este mesmo. Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Que maximo deve ter sido vc conhece-la e ter um livro autografado x)
    Ja li algumas coisas, mas preciso ler mais dela.
    Belo esse texto.

    Beijos e bom domingo

    ResponderExcluir
  10. Mossoró, que nome bonito da cidade. A Martha Ribeiro é um arraso.

    BeijooO

    ResponderExcluir
  11. lindo o blog! estou seguindo, sempre *-*

    ResponderExcluir
  12. Cara, vou seguir sua dica, vou lê-lo!
    Esses escritores são sempre tão leves, e escrevem coisas tão carregadas de emoção..
    é incrivel!

    ResponderExcluir
  13. Martha Medeiros é ótima (: Parece que ela lê a gente rs .
    ADOREI a escolha do texto flor =)
    Um beijo grande ;*

    ResponderExcluir
  14. Hey ^^

    Owwww Martha Medeiros é tudo de bom tenho várias reflexões desta.

    Xoxo

    :: Loma

    ResponderExcluir
  15. Apesar de não gostar muito dos textos da Martha Medeiros, indico e aprecio quem a adore.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. tive a chance de conhecer a Martha e revê-la em uma palestra. ela é fantástica. e o livro que você está lendo é certamente, um de seus melhores. beijos

    ResponderExcluir
  17. adorei a dica, não sou muito de ler livros, mas quem sabe eu não leia esse não é mesmo kkkk
    adorei seu blog e to te seguindo, beijos

    ResponderExcluir
  18. Eu nem estava em Mossoró quando ela veio :/

    Adorei seu blog! Vou te seguir! Beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Fale agora ou cale-se para sempre.