2.5.10

Fragmentos



Quem sou eu?! Também não sei. Mas se quiser, pode vir comigo que no caminho a gente tenta descobrir.
Só uma dica: Não tente me definir, me aprisionar em um padrão, pois estou em movimento constante. Quando pensar que está conseguindo, vai perceber que precisará apagar e começar tudo de novo. E talvez seja sempre assim.
Sou o quebra-cabeça mais complicado e também o jogo mais divertido quando quero.
Não sou cristal. Sou vidro. Daquele tipo bem ruim e barato que quando cai não quebra e se quebra, dá para juntar, reciclar os caquinhos e fazer uma nova peça.
Sou cheia de manias e vontades. Contudo, não passo por cima de ninguém para conseguir o que quero.
Mesmo sendo pequena, consigo ocupar bastante espaço.
Tenho uma necessidade imensa de criar vários personagens por dia, um especial para cada situação. Mas cara, esta só tenho uma.
A boca pode até proferir palavras podres. Em compensação, o coração é limpo e a alma está lavada.
Não nasci para ser mestre nem discípulo. Apenas para ser amiga e caminhar lado a lado.
Cansei de brincar de polícia e ladrão. Também não quero ser mais mocinho nem bandido, pois descobri que no final é sempre a mesma coisa. Porém, se for esconde-esconde, estarei sempre pronta.
Quando procurar e não me achar, estarei deitada no chão, olhando as estrelas ou desvendando o formato das nuvens. Naquele mesmo local, onde nunca sinto o tempo passar. Só não conta pra ninguém, tá?! É segredo! E também poderia acabar com a graça da brincadeira.
Adoro roda gigante, pois foi onde aprendi o valor de estar em cima e também de estar em baixo.
Tem horas em que sinto vontade de devorar a vida e em outras um enjôo inexplicável.
Quando, as vezes, tudo parece perdido é exatamente na minha bagunça que consigo me encontrar.
Sempre caio no meio da rua e em tentação. Falo mal e reclamo de tudo e de todos. No fim, acabo vendo que na verdade estava falando de mim.
Mudei, mas não cresci. Aquela menininha que antes via no espelho, talvez sempre vá me perseguir.
Já fui vítima de julgamentos bem piores que os da “Santa” Inquisição, fui condenada e quase queimada na fogueira. Quando realmente tive alguma culpa , ninguém viu ou quis prestar atenção.
Os verdadeiros amigos cabem na palma da mão, mas são suficientes para me ajudar a conquistar o mundo.
A minha família é a maior e melhor razão para acordar todos os dias. E Deus há muito tempo deixou de ser o “Todo-Poderoso” e virou o Pai presente. Meu maior presente.
Se eu for escolher música, serão sempre aquelas que me fazem chorar (de tanta alegria ou da mais insuportável tristeza).
Não tenho cantor, banda, filme, livro, autor, fruta, comida... preferidos. Já tentei. Não consigo. Não sou boa em preferir, nem em nenhuma outra coisa.
Conseguiu descobrir quem eu sou? Nem eu.
Infelizmente (ou felizmente) estes são apenas alguns fragmentos da pessoa que hoje vejo em mim. E amanhã... Amanhã é outro dia e, com certeza, Deus proverá (alguém mais interessante e melhor).
"Eu já posto em meu lugar
Num continente ao revés,
em preto e branco, em hotéis.
Numa moldura clara e simples
sou aquilo que se vê."
(Retrato pra Iaiá - Los Hermanos)

19 comentários:

  1. Estamos o tempo todo mudando. Mudamos o cabelo, o jeito de nos vestir, mudamos de casa, de namorado e de tantas outras coisas.
    O importante é crescer e nunca, nunca perder as raízes, nossa estrutura.
    Bjs.

    ** Obrigada pela visita e pelo recado.
    Também estou 'per'seguindo-a!

    ;)

    ResponderExcluir
  2. Oi, achei seu blog..... gostei e estou seguindo! Segue o meu tbm?! Beijos =]

    ResponderExcluir
  3. Menina, eu estou de cara! rs. Mas é com a beleza dessa prosa poetizada! Não resisto e tenho que lhe dedicar uns versinhos:

    FRAGMENTOS
    Juntando pedaços
    Faço uma soma, afinal
    sou um múltiplo incomum.
    Subtraído de tantas coisas
    de tantos passos vacilantes

    Sem rumo, sem firmeza
    Fui ao rés do chão
    E fui deixando acumular os cacos
    O cálculo da vida foi que exigiu por si mesmo
    Por mim era para dar uma peça inteira
    ao fim de tantas jornadas, de tantas mazelas.

    Um abraço grande . Paz e bem.

    ResponderExcluir
  4. A vida precisa ser romantizada aos pedaços.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Oie. Tudo bem?
    Muito bacana o texto.
    Todos somos fragmentados, esteriotizados e mesclados a outras ocasiões e antecedentes.
    Ninguem se conhece realmente.
    Bjao

    ( postei um novo texto, se puder dá uma olhadinha ok? )

    ResponderExcluir
  6. Adorei. Amei o seu blog, vou passar a seguí-lo.

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Obrigada pela sua visita e comentario, estou te seguindo tbm.
    Agora deixe-me perguntar, ta perida? Pu realmente não quer se encontrar ?

    ResponderExcluir
  8. Termino meu texto intitulado "Torta Trufada de Chocolate" com o seguinte: "mude, quando for necessário, sem esquecer de ser sempre você mesmo". Acho que se aplica bem ao que você disse. Bagels!

    ResponderExcluir
  9. Somos todos umas metarmofoses ambulantes ;)
    lindo o texto flor :*

    ResponderExcluir
  10. amiga, você arrasando nos posts como sempre...
    beijos :*

    ResponderExcluir
  11. aiaiai as mulheres!!! rs..

    ^^ um carinho para ti...
    que seja um belo dia...

    ResponderExcluir
  12. Gostei do seu blog! Do texto também!
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  13. Ola adorei sua visita la no meu blog, ai vim aqui da uma curiada, lindo adorei seu lugarzinho parabens.

    Costumo dizer que nos (seres humanos) somos uma metamorfose ( como ja dizia a musica) somos seres mutaveis contantemente, e isso é uma das maiores vantagems de sermos humanos, o poder de mudar de ideias, concepções, e portanto atitudes.

    bjos
    volte sempre que deseja r ao meu blog

    ResponderExcluir
  14. seu blog tá perfeito, só tem uma coisa não estou conseguindo ler direito... tenho que selecionar para ler... deve ser defeito do meu navegador... rsrs! mas deu pra ler umas coisas!! adoreii! continue assim flor! Baaay :*

    ResponderExcluir
  15. Ahan, o blog tem duas donas! ^^
    Estou seguindo aqui :DD
    Vou adorar ver e comentar nas suas atualizaçoes! ^^
    Hoje minha net tá de birra comigo =/
    Não quer carregar as coisas! =\

    Beijos, te cuida flor!! ^^

    ResponderExcluir
  16. Achei esta frase (ou fragmento) muito bonito e caprichado.
    "Mesmo sendo pequena, consigo ocupar bastante espaço"

    um beijo e fique bem!

    ResponderExcluir
  17. Adorei seu blog querida!
    Coisa linda!
    Estou seguindo também.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Passando, lendo e adorando tudo que encontrei por aqui. Beijos!!!! Ângela R Gurgel

    ResponderExcluir

Fale agora ou cale-se para sempre.