31.5.10

Falta pouco



["Maio já está no final

O que somos nós afinal

se já não nos vemos mais

Estamos longe demais

longe demais

...


Já iniciei a contagem regressiva.
Estou com os dedinhos cruzados, prendendo a respiração e com o coração ansioso. Torcendo para que nada dê errado. Torcendo para ficar bem e ser feliz. Para ser forte o suficiente e, dessa vez, suportar o peso e as delícias da primeira do plural.
Maio acaba para que, finalmente, essa distância seja superada. Finaliza para que o NOSSO início possa chegar.
Pela primeira vez em minha vida, reina um final feliz.



...

Maio já está no final

É hora de se mover

prá viver mil vezes mais"]

(Maio-Kid Abelha)

20.5.10

Felicidade não custa caro


"Depois de cada momento de fraqueza,
meu coração prepara, em silêncio,
uma nova fornada de coragem."
(Ana Jácomo)
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Dessa vez eu falo e você escuta.
Eu tinha deixado o passado de lado e, até onde sei, não tinha dado nenhum motivo para você me odiar. Fiz justamente o contrário: dei todo o meu amor e tudo o que havia de melhor em mim. Mas você não deu muita atenção, estava ocupado demais com a sua nova vida para me notar.O seu quarto frio e escuro era sempre uma melhor opção. E foi assim por longos e sofridos dias.
Uma certa manhã, decido respeitar suas escolhas, fazer a vontade do destino e, finalmente, voltar para o meu próprio mundo, reconstruir o que existia antes de lhe conhecer.
Para descomplicar ainda mais a sua situação, baixei a guarda, abri o caminho, deixando todas as minhas amizades, que você sempre sonhou em destruir, embrulhadas com papel de presente na porta do seu novo lar.
Respirei fundo, engoli o choro, ergui a cabeça e voltei a sorrir, sentir e tocar tudo e todos que sempre me fizeram tanto bem. Deus tirou as pedras do caminho e tudo ocupava seu devido lugar. Meus pensamentos já eram livres e leves, e meu meio-sorriso amarelo conseguiu transformar-se em um arco-íris imenso.
É claro que isso não iria ficar barato. Alguém em algum momento viria cobrar. Porém, a fatura chegou antes da data prevista.
Você ressurge das cinzas dando uma de cobrador, tentando levar consigo o valor da minha alegria com juros e correção. Em pouco tempo consegue criar o romance perfeito com a namorada perfeita, membro do Clube das Namoradas Perfeitas e seguidora fiel de todas aquelas regras e fórmulas do clubinho. Até aí, tudo bem. Só que para minha infelicidade, a PERFEIÇÃO não é o bastante para você. Ela tem que ser comprovada. Todos têm que ver e aprovar o seu material que, para ser suficientemente bom, tem que ser comparado com algo bastante ruim. É nesse exato momento que ganho o papel de bandido da história.
Ela é moça de família, direita e decente. Eu sou louca, perdida e decadente. Ela é linda, loira e merecia ser capa de revista. Eu sou feia, fora do padrão e totalmente mal vista. Ela apareceu na hora certa e foi sua salvação. Eu fui fruto do seu impulso e distração.Ela tem todas as qualidades do mundo. E eu, uma coleção infinita de defeitos. Ela é a mulher dos seus sonhos. Eu... Bem, a essa altura e diante de todas essas virtudes citadas, eu nem deveria estar mais aqui, quer dizer, aí. Mas estou e desconfio que sempre estarei.
Porque você sabe que, mesmo não querendo admitir, eu deixei um vazio imenso que não será preenchido com um romance ensaiado, frases bonitas e fotos românticas. Sabe que mesmo morrendo de medo da minha loucura, intensidade e sinceridade, precisa delas para sobreviver e por isso vai querê-las sempre por perto, nem que tenha que pegá-las, escondido, nas suas lembranças e levá-las para seus sonhos para poder, enfim, dormir em paz. 
Além de tudo, sabe que a gente se amava de um jeito próprio, único, que conseguia ser maior que pele, tato, cheiro, olfato... Uma espécie de magnetismo intenso e estranho. Era algo só nosso e isso bastava. Não havia necessidade de provar nada a ninguém, de definir relacionamento, pois o que realmente importava era o nosso sentimento.
Você não só sabe como também sente que isso não pode ser encontrado em qualquer esquina, nem vivido com qualquer pessoa, por melhor que ela seja.
Quer saber mais? O meu bom-humor balançou, porém não caiu. Estou contente em saber que, mesmo sendo alvo das piores críticas e tendo tudo para ser um desastre de bilheteria, continuo sendo o filme mais assistido.
Se quer mesmo comparação vou te dizer uma, apenas uma: a beleza da maioria das menininhas que você conhece e vai conhecer não é à prova d’água. Já a minha, após cada tempestade, renasce mais forte e bela dentro de mim. Tive tempo suficiente para descobrir que não preciso de outros lábios, outros olhares, outros sorrisos... Consegui inventar o meu próprio jeito para esquecer (a pessoa que você conseguiu se transformar). E para sua surpresa, o meu método, ao contrário do seu, surte efeito positivo.
Ficarei, aqui, de cara lavada e agora, mais do que nunca, preparada para o que der e vier.
Quanto a você, pode continuar com seu joguinho. Eu não ligo. Começo a achar que você merece continuar nesse lixo fantasiado de luxo, fingindo que é feliz. Só espero que não venha mais cobrar nada além do que realmente devo. E que um dia perceba que Felicidade não custa caro. Ela simplesmente não tem preço.

18.5.10

Triste fim de um relacionamento sem começo

Demorou, mas a ficha acabou caindo e parece que foi bem em cima da minha cabeça. Trouxe com ela uma dor imensa, um vazio, uma indeterminada solidão. Em um segundo aquela relação sólida de cumplicidade e companheirismo foi embora. A certeza de que tudo vai voltar ao normal acabou de brochar e, dessa vez, sem esperanças de Viagra. Os nossos planos e sonhos aparentemente morreram, sem deixar de herança para mim nem mesmo uma ilusão. Todos os atos e fatos levavam a uma única conclusão: o fim. Dessa vez tentei ser otimista, ignorar todas as pistas e sinais, tentar encontrar a razão para toda aquela confusão, melhor dizendo, indiferença. A confusão era só minha, pertencia a mim, a ninguém mais. Por um longo tempo tentei ignorar o fato explícito da efemeridade dos relacionamentos. Acabei achando que, finalmente, não iria participar da moda do descartável, do perecível. Triste ilusão. Agora sou mais um entre tantos outros brinquedinhos esquecidos, já não mais na prateleira, pois não há tempo para mais um joguinho, uma distração. Fui passada adiante. Ou será jogada para traz? Não importa. Não mais. Agora sei como as coisas realmente acontecem e para que lado o mundo gira, porém ainda tenho a teimosia como defeito. Continuarei remando contra maré, indo pelo lado oposto do caminho traçado. Talvez assim acabe encontrando alguém diferente do que já encontrei, que não tenha como prato predileto mentiras e nem meias-verdades com presença diária na refeição. Metade da laranja, além de brega é utópico demais, mas também não me contento só com a casca. Dessa vez não. Acredito em luz no fim do túnel. E algo me diz que a Felicidade mora lá.




"Salas e quartos
Somem sem deixar vestígio
Seu rosto em pedaços
Misturado com o que não sobrou
Do que eu sentia
Eu lembro dos filmes que eu nunca vi
Passando sem parar em algum lugar."
(Tudo que vai- Capital Inicial)

15.5.10

Selinho

Ganhei esse selo da Ellen Azevedo do Colorindo minha vida. Sei que você disse que não precisava agradecer, mas é impossível. Muito obrigada, flor. Pelas flores, indicação e, principalmente, pelas infinitas cores que você transmite.

O selo



Esse selo tem algumas regras a seguir:
- pegue o selinho
- responda a pergunta (O que é mágico para você?)
- repasse para 10 blogs

- indique de onde pegou o selinho
- ilustre com uma imagem







O que é mágico para mim?
“viver com qualidade e humor,
com mais alegria, precebendo o lado bom de cada coisa, de cada pessoa (...)
Há sempre um perfume escondido, um lírio no pântano, uma beleza disfarçada”
[Madre Tereza de Calcutá]

Acho que tudo que transborda e transpira vida é sempre muito mágico.



Repassando para:




Beijos,

10.5.10

Coração


Deixarei a porta entreaberta... Se entrar espero que, em meio a toda bagunça e confusão, sente-se e sinta-se a vontade. Serei louca o suficiente para mostrar todas as minhas manias e fraquezas. Pois acredito que você seja forte o suficiente para não cair em tentação e usá-las um dia contra mim. Isto não é teste. É apenas um voto de confiança.
Cuidado! A casa não é sua. Ela ainda é minha e de mais ninguém. Porém, você já conseguiu em um tempo recorde entrar para lista de convidados especiais. E no momento é o único que permito que permaneça por tempo indeterminado.


Seja bem-vindo!!




7.5.10

"- Então, Charlie Brown, o que é amor pra você?
- Em 1987 meu pai tinha um carro azul
- Mas o que isso tem a ver com amor?
- Bom, acontece que todos os dias ele dava carona pra uma moça. Ele saía do carro, abria a porta pra ela, quando ela entrava ele fechava a porta, dava a volta pelo carro e quando ele ia abrir a porta pra entrar, ela apertava a tranca. Ela ficava fazendo caretas e os dois morriam de rir... eu acho que isso é amor."

(Peanuts)

2.5.10

Fragmentos



Quem sou eu?! Também não sei. Mas se quiser, pode vir comigo que no caminho a gente tenta descobrir.
Só uma dica: Não tente me definir, me aprisionar em um padrão, pois estou em movimento constante. Quando pensar que está conseguindo, vai perceber que precisará apagar e começar tudo de novo. E talvez seja sempre assim.
Sou o quebra-cabeça mais complicado e também o jogo mais divertido quando quero.
Não sou cristal. Sou vidro. Daquele tipo bem ruim e barato que quando cai não quebra e se quebra, dá para juntar, reciclar os caquinhos e fazer uma nova peça.
Sou cheia de manias e vontades. Contudo, não passo por cima de ninguém para conseguir o que quero.
Mesmo sendo pequena, consigo ocupar bastante espaço.
Tenho uma necessidade imensa de criar vários personagens por dia, um especial para cada situação. Mas cara, esta só tenho uma.
A boca pode até proferir palavras podres. Em compensação, o coração é limpo e a alma está lavada.
Não nasci para ser mestre nem discípulo. Apenas para ser amiga e caminhar lado a lado.
Cansei de brincar de polícia e ladrão. Também não quero ser mais mocinho nem bandido, pois descobri que no final é sempre a mesma coisa. Porém, se for esconde-esconde, estarei sempre pronta.
Quando procurar e não me achar, estarei deitada no chão, olhando as estrelas ou desvendando o formato das nuvens. Naquele mesmo local, onde nunca sinto o tempo passar. Só não conta pra ninguém, tá?! É segredo! E também poderia acabar com a graça da brincadeira.
Adoro roda gigante, pois foi onde aprendi o valor de estar em cima e também de estar em baixo.
Tem horas em que sinto vontade de devorar a vida e em outras um enjôo inexplicável.
Quando, as vezes, tudo parece perdido é exatamente na minha bagunça que consigo me encontrar.
Sempre caio no meio da rua e em tentação. Falo mal e reclamo de tudo e de todos. No fim, acabo vendo que na verdade estava falando de mim.
Mudei, mas não cresci. Aquela menininha que antes via no espelho, talvez sempre vá me perseguir.
Já fui vítima de julgamentos bem piores que os da “Santa” Inquisição, fui condenada e quase queimada na fogueira. Quando realmente tive alguma culpa , ninguém viu ou quis prestar atenção.
Os verdadeiros amigos cabem na palma da mão, mas são suficientes para me ajudar a conquistar o mundo.
A minha família é a maior e melhor razão para acordar todos os dias. E Deus há muito tempo deixou de ser o “Todo-Poderoso” e virou o Pai presente. Meu maior presente.
Se eu for escolher música, serão sempre aquelas que me fazem chorar (de tanta alegria ou da mais insuportável tristeza).
Não tenho cantor, banda, filme, livro, autor, fruta, comida... preferidos. Já tentei. Não consigo. Não sou boa em preferir, nem em nenhuma outra coisa.
Conseguiu descobrir quem eu sou? Nem eu.
Infelizmente (ou felizmente) estes são apenas alguns fragmentos da pessoa que hoje vejo em mim. E amanhã... Amanhã é outro dia e, com certeza, Deus proverá (alguém mais interessante e melhor).
"Eu já posto em meu lugar
Num continente ao revés,
em preto e branco, em hotéis.
Numa moldura clara e simples
sou aquilo que se vê."
(Retrato pra Iaiá - Los Hermanos)

1.5.10


Presente que ganhei da Raquel Castro! Obrigada, flor!! Adorei!

Regras:
1. Postar o selinho no blog

2.Cite três lembranças mais fofas da sua infância:
O algodão doce da festa da padroeira
As férias na praia e na casa da vovó
Os passeios de bicicleta

3. Indicar seis blogs:

http://compromissocomoacaso.blogspot.com/

http://literaturaedialogos.blogspot.com/

http://hno2.blogspot.com/

http://byankarruda.blogspot.com/

http://shesmile.blogspot.com/

http://lepoeteenfleur.blogspot.com/